Voto Postal: URL Shortner gratuito usado em documento que acompanha o boletim de voto

2019/09/09 - Outros

Como vivo fora de Portugal, registei-me para votar via correio. Hoje recebi uma carta registada com o meu boletim de voto.

Como esta é a primeira vez que vou votar via correio, comecei a ler a carta com as instruções e reparei que no fim colocam um link e QR Code “para mais informações”. Este link chamou-me à atenção por ser de um serviço que encurta endereços e não um endereço de um site do estado/governo.

Voto Postal URL

Link na carta/envelope com as instruções para votar corretamente.

Alguns problemas com isto:

  • É um serviço gratuito, brasileiro, com servers nos EUA, operado por privados. Não há nenhuma garantia se vai estar online até as eleições, se vai encerrar ou se vão passar a servir, sei lá, malware.
  • Guardam informação sobre o número de visualizações, IPs e no caso de seguirmos o link a partir de outro site, o site/página de referencia. Qualquer pessoa tem acesso a esta informação, basta adicionar um “-” ao final do endereço.
  • Podem mudar o endereço da página de destino se quisessem (ex: redirecionar para página de um candidato/partido). Num momento em que cada vez mais vários países se intrometem nas eleições especialmente na internet, parece-me ser uma péssima ideia usar um serviço destes.

A razão para terem encurtado o endereço é fácil de perceber. É um URL grande, difícil para copiar:

https://www.sg.mai.gov.pt/AdministracaoEleitoral/EleicoesReferendos/AssembleiaRepublica/Documents/AR2019VE_Instrucoes.pdf

Deviam ter usado um site/serviço do estado que permitisse criar endereços curtos que redirecionam para o conteúdo original (mais ou menos o que o GOV.UK faz…) mas usaram um serviço gratuito. 🤦

Edit:

  • O link foi removido do PDF. Espero que não aconteça novamente no futuro.
  • Embora o envelope tenha um “selo” pré-pago e a carta explique que não devemos pagar pelo envio, o Royal Mail (Reino Unido) não reconhece e acaba por devolver a carta. Tive de ir ao correio e pagar para enviar. Segundo o podcast “Revista da Semana” da RTP, o mesmo problema está a acontecer na Austrália.

Steven Black’s Hosts Files (Mirror)

2018/10/15 - Outros

On this page I provide mirrors for all hosts files variants compiled and shared by Steven Black on Github.

Warning: these lists might break some apps, services, websites, etc.

Why?

Steven provides two links, one hosted by Github and the other hosted by himself. Usually this would be enough, but there are two problems:

  • Github links aren’t supported by apps like Hostsman or Adaway.
  • The official alternative links work with Hostsman and Adaway, but don’t use HTTPS.

My aim is to fix that last point. I want my devices to download these lists over a secure connection.

How does it works?

Every 24 hours a cron runs on my server, downloads the latest hosts lists (even if there’s nothing new), and makes them available over the URLs below.

Links to all variants:

Extra lists:

Will these links work forever?

I’ll do my best to keep these links online and also to keep the cron running, but I cannot assure you that they’ll be online “forever” nor that it will always work. If the app you’re using supports Github links, I suggest you use the ones provided by the project.

Keep in mind that I do this for myself mainly. Use at your own risk and don’t blame me if something goes wrong.

Contact:

If something’s wrong with lists (e.g.: broken websites or apps), open an issue on the project’s Github page.

For issues related with my links (e.g.: not updating, links offline, etc) send me an email: mail (at) celsoazevedo (dot) com

Five Simple Rules of Exploration and Discovery

2017/03/12 - Outros

How did we, tiny creatures living on that spec of dust, ever manage to figure out how to send spacecraft outer among the stars of the Milky Way?

Only a few centuries ago, a mere second in cosmic time, we knew nothing of where or when we were. Oblivious to the rest of the cosmos, we inhabited a kind of prison, a tiny universe bounded by a nutshell.

How did we escape from the prison? It was the work of generations of searchers who took five simple rules to heart.

1. Question authority. No idea is true just because someone says so, including me.

2. Think for yourself. Question yourself. Don’t believe anything just because you want to. Believing something doesn’t make it so.

3. Test ideas by the evidence gained from observation and experiment. If a favorite idea fails a well-designed test, it’s wrong. Get over it.

4. Follow the evidence wherever it leads. If you have no evidence, reserve judgment.

And perhaps the most important rule of all:

5. Remember: you could be wrong. Even the best scientists have been wrong about some things. Newton, Einstein, and every other great scientist in history. They all made mistakes. Of course they did. They were human.

Neil deGrasse Tyson, Cosmos S01E13

Cosmos

Olá, mundo!

2012/05/08 - Outros

Este é o primeiro post do meu blog pessoal.

Comprei este domínio no inicio do mês quando os domínios .pt foram liberalizados e como não o estava a usar pensei em criar um blog pessoal. Talvez não o vá atualizar, o tempo livre não é muito, mas fica online e quando não tiver nada para fazer publico qualquer coisa.

Inté.